Image Map

Resenha - Corações Feridos


Livro: Corações Feridos
Autora: Louisa Reid
Editora: Novo Conceito
Paginas: 253
ISBN: 978-85-8163-044-1
Pontuação: ★★★★★ 



Eu li esse livro já tem um tempinho, e a resenha ta bem atrasada haha... Ops!
Eu estava de olho nesse livro desde o dia que foi lançado, mas como acontece na maioria das vezes eu sempre esquecia de compará-lo haha.


As páginas são amareladas e com uma textura grossa (que eu amo), a capa é super perfeita e o titulo do livro é em relevo. O livro é dividido em duas partes: 1- Rebecca e Hephzi; 2- Rebecca. Na parte um vemos Rebecca narrar os acontecimentos atuais depois da morte de sua irmã, e Haphzi narrar às partes que aconteceram com ela antes de sua morte. Na segunda parte somente Rebecca narra.

(Parte Um) 

(Parte Dois) 

(Parte de Trás) 

(Autora) 


Rebecca (Reb) e Hephzi (Hephzibah) são irmãs gêmeas filhas de pais esquisitos e exageradamente religiosos. Rebecca é a irmã mais cuidadosa e quieta, muito reprimida, ela nasceu com a Síndrome de Treacher Collins que deformou seu rosto. Hephzi é a gêmea bonita, malandrinha e decidida.
Os pais das gêmeas são bem rígidos e muito, muito severos. Pra eles tudo é errado e qualquer coisinha pode ser um pecado enorme. Roderick (o pai das gêmeas) é pastor de uma Igreja próxima de sua casa, ele é um cara viciado na religião, mas de um jeito ruim e que acaba afetando severamente a vida das gêmeas.


Ele é muito severo com as meninas e com tudo o que elas fazem, ele gosta de ser o centro das atenções e gosta de ser vangloriado, ele praticamente se acha o Rei de tudo. Elas não podem comprar roupas (na verdade elas sempre pegam roupas velhas da sacola que vizinhos doam para a igreja do pai), não podem namorar, não podem sair de casa sem autorização (e elas nunca ganham autorização), não podem questionar nada e elas não vão à escola, pois estudam em casa com a mãe (que por sinal fica sempre calada quando algo de bom e ruim acontece na casa, e nada de bom nunca acontece por lá).


Mas uma das frequentadoras da Igreja costuma ir visitar bastante a casa do Pastor. Em uma de suas visitar ela comentou sobre a educação acadêmica das gêmeas com Roderick (que não ficou contente com isso), ela acabou convencendo ele de que a escola seria melhor para elas do que estudar em casa.
Finalmente elas têm oportunidades de sair de casa sozinha nem que seja por poucas horas. Elas nunca tiveram amigas(os), e entrar na escola foi um desafio fascinante para elas. 


Hephzi obviamente logo se enturmou e ficou bem popular, já a Reb ficou quieta no seu canto fugindo sempre que podia para a biblioteca da escola, Roderick nunca deixavam elas lerem nada além da Bíblia que ele mesmo criou. As gêmeas eram unidas de certa forma como muitos gêmeos são, mas elas também tinham momentos de brigas que quaisquer irmãos têm.


Juntas elas sonham em um dia sair daquela casa onde só são maltratadas e rejeitadas. Hephzi por ser um pouquinho mais corajosa e decidida, sabe exatamente o que quer, após ter se apaixonado (um pecado mortal aos olhos do pai) por um dos garotos mais admiráveis da escola, ela sente que finalmente pode ter um futuro melhor ao lado do garoto que ama. Mas por enquanto ela ainda terá que manter todo o seu romance escondido, e com a ajuda de Reb (que fica sempre alertando a irmã do perigo e que não gosta nem um pouco desse romance) Hephzi consegue dar suas escapadas pela noite sem que os pais saibam.


O tempo passa e Reb começa a ficar preocupada com as decisões de sua irmã. Reb não tem ninguém além de Hephzi, e por isso tem medo de que a irmã consiga sair da casa e nunca mais voltar... Deixando Reb para trás sofrendo com os maus tratos dos pais. Mas um dia Hephzi realmente vai embora para sempre. A morte de Hephzi acaba com Reb, mas também da força pra ela.
Rebecca sabe que Hephzi quer que ela deixe de ser medrosa e seja corajosa o suficiente para escapar daquela casa e ter uma vida de verdade. E por pensar assim, Reb começa a ter forças e coragem para tentar fugir do inferno. E levando com elas todos os terríveis segredos que guardou dolorosamente.


Um livro muito misterioso, chocante, comovente e dolorosamente triste. Eu não tenho palavras para descrever tudo que sentir nesse livro, jamais li um livro tão... Forte.
Reb é uma menina muito reprimida e isso por causa da Síndrome que tem e também pela “educação” horrorosa que teve. Mas ela é bem madura e observadora também, depois da morte de sua irmã percebe-se que ela fica mais forte e decidida como a irmã, e até um pouco malandrinha. Ela realmente quer ser livre do inferno que passa com os pais, então ela começa a colocar o pé na frente bem devagar passando por vários obstáculos tortuosos até consegui chegar à linha de chegada. Nos momentos em que Hephzi narra, percebe-se que Rebecca é muito dependendo de sua irmã gêmea.

Hephzi é uma garota cheia de segredos, alguns compartilhados com a irmã (que também tem muitos segredos) e outros não. Ela está mais do que certa de que algum dia poderá fugir daquela casa e viver com seu amado. Ela ama a irmã, mas não consegue mais ficar naquela casa, e sabe que a irmã é muito medrosa para ter coragem de sair de casa. O sonho alto de Hephzi acaba provocando sua morte (que vocês só vão saber como foi tudo e muitos outros segredos lendo o livro).


Esse livro me trouxe uma mistura de sentimentos, a maior parte meu coração ficava apertado. Esse é um livro bem triste, e ficamos com esse sentimento até quase o final do livro. As revelações de vários segredos me deixaram de queixo caído e horrorizada, especialmente um segredo da Rebecca. A morte de Hephzi foi bem difícil de ler e também me surpreendeu outra coisinha... 


4 comentários:

  1. Oiie!
    Que livro incrível!
    Adorei a resenha e fiquei com vontade de comprá-lo! Fiquei com dó das meninas e muito curiosa pra saber todos os detalhes depois da morte da irmã da Rebeca!

    Beijos!
    Blog Bianca Schultz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado anjo!

      Beijos <3

      Excluir
  2. Nunca ia imaginar que esse livro falava disso. Gostei da resenha e parece ser uma história bem legal de acompanhar. Mesmo antes de ler já estou odiando os pais e isso de serem muito rígidos e religiosos é uma coisa que eu não suporto. Fiquei curiosa para saber como as meninas vão lidar com isso e ~se livrar~ dessa situação chata que passam dentro de casa. :P

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou ano! Vale muito apena ler, super recomendo!

      Beijos <3

      Excluir

Image Map
©MY SECRET BOOKS 2015 ♥TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ♥ DESIGN E ILUSTRAÇÃO POR TALITA THOMAZ♥TECNOLOGIA DO BLOGGER.