Image Map

Resenha - Ônix



Livro: Ônix #2
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valebtina
Páginas: 404
ISBN: 978-85-65859-89-9
Pontuação: ★★★★




Não sei porque demorei para pegar esse segundo livro para ler. Talvez tenha sido porque não me entusiasmei muito com o primeiro livro, Obsidiana, não foi uma leitura ruim, mas não foi nada grandioso, marcante ou maravilhoso...


As páginas são amareladas, a fonte é mais ou menos, até o momento essa é a minha capa favorita, a mais bonita. Tem trinta e seis capítulos.

(Capítulo)

(Páginas)


Katy está tentando assimilar a existência de Alienígenas, e que seus vizinhos: sua melhor amiga Dee e o irmão dela, Deamon, por quem Kat se sente atraída, são uma raça de alienígenas chamados de Lux. E depois dos acontecimentos em Obsidiana, Kat está estranha, tem algo de errado com ela, e ao descobri o que é ela precisará se manter nas sombras e discreta ou pode acabar atraindo a atenção do governo, DOD (Departamento de Defesa), e por sua própria vida e a de seus vizinhos em perigo.
Mas não será fácil, pois agora com poderes, ela precisa aprender a controlá-los, e isso está cada vez mais difícil. Com a ajuda de Blake, Kat irá aprender o possível, não apenas para ajudar a si mesmo, pois ela vê essa oportunidade como uma forma de conseguir lutar ao lado de Daemon caso um Arum ou qualquer outra coisa apareça para enfrentá-los. O problema é que eles não têm apenas os Arum para se preocuparem, existem inimigos, espiões, por toda parte e está cada vez mais difícil de poder confiar em alguém.


Mantenho a mesma opinião que tive no primeiro livro: não é um livro surpreendente, não me deixou entusiasmada, não me empolgou, mas não é uma leitura ruim, não me entediou em nenhum minuto. Só não é grande coisa.


O primeiro livro, eu comparei muito com Crepúsculo, porque teve muitas situações e personalidade de personagens que eram muito parecidos com o mundo de Crepúsculo. Já esse segundo livro felizmente não teve nada com relação a Crepúsculo, esse segundo livro foi mais... Original. Porém, o inicinho do livro me fez lembrar a série A Maldição Do Tigre, não os acontecimentos, mas as escolhas, decisões, e modos de ver, da Katy. Ela me lembrou muito a Kelsey nesse inicinho do livro, mas foi só no inicinho mesmo. A Kat ficou insistindo sobre uma atração-ligação forjada (ela achava que não era natural), quando era óbvio, e ela sabia, que não era nada disso. Isso me lembrou muito a Kelsey em um determinado momento dessa série quando ela insistia em algo que não era e ela sabia disso porque era algo óbvio.



Kat já não é mais a personagem caseira e introvertida que conhecemos no primeiro livro. Agora que seu mundo meio que gira em torno de alienígenas, e agora que ela tem poderes, ela está mais ativa, tentando ser mais independente, porque não quer depender da proteção do Deamon e de mais ninguém, e isso é muito bom, gostei muito de ver essa lado batalhador dela. O problema é que ela é cega e boba e ingênua pra caramba, e isso acaba provocando muitos problemas. O que me incomodou muito nela nesse livro foi o fato da extrema ingenuidade, chega a ser um pouco ridículo e de deixar qualquer um com raiva da personagem, porque ta na cara o que ta acontecendo e ela insisti em dar uma de desentendida, ou cega.


Deamon continua o mesmo arrogante e um pouco babaca, só dessa vez é um babaca no sentido bem, se é que isso existe. No primeiro livro ele foi insuportavelmente mal com a Kat, um babaca no sentido muito ruim. Nesse livro teve uma grande mudança de personalidade, agora ele a trata muito bem e, como Kat diz: está atrás dela como um cachorro no cio. Gostei mais desse Daemon do que o Daemon do primeiro livro. Ele é bem mais engraçado, tem bem mais humor, eu poderia dizer que é até um fofo, mas isso não combina com o Deamon. Ele é orgulhoso, teimoso, irritante, implicante e insistente.



Dee mal aparece no livro, é quase um fantasma, mas isso foi proposital. Terão que ler o livro para saber por quê. Como eu não acho essa personagem tão cativante, ela não me fez falta.


Esse livro é mais cheio de mistérios e nem metade são solucionados nesse livro, com certeza serão no decorrer dos outros livros. É bem mais interessante esse segundo livro do que foi o primeiro, estou muito curiosa para o terceiro livro, para conhecer o mais novo personagem que é bem citado desde o primeiro livro, mas só agora ele deu as caras. Não sei quando pegarei o terceiro livro, acredito que não nesse ano, não é uma série que até agora me deixou mega ansiosa para pegar logo de uma vez os próximos livros, mas é uma série interessante, não é ruim.


Book Tag: Feitiços De Harry Potter


Quem não ama Harry Potter? Bom, mais uma tag saindo do caderninho de futuros posts. Amei responder essa tag e espero que vocês também gostem, quem quiser fazer sintam-se a vontade.
Os livros mencionados que tiverem resenha deixarei os links.



Expecto Patronum - um livro de infância relacionado com boas lembranças;
Crepúsculo. Meu gatilho para o vicio por leituras, e sempre que penso nessa série fico toda nostálgica com lembranças maravilhosas.

Expelliarmus - Um livro que te pegou de surpresa;
Codinome Verity. Esse livro foi meu primeiro livro sobre a segunda guerra mundial, e me surpreendi com o quão intensamente amei ele.

Priori Incantatem - O último livro que você leu;

Alohomora - Um livro que te apresentou um gênero que você não tinha considerado antes;
Por enquanto ainda nenhum. Estou com planos de ler pela primeira vez um romance de época, porque tenho curiosidade. Ainda não entrei nesse gênero apesar de ter lido um livro de fantasia - Alma? - que tem a pegada de um romance de época.

Riddikulus - Um livro engraçado;


Sonorus - Um livro que todos deveriam conhecer; 

Obliviate  - Um livro ou spoiler que você queria ter esquecido: 
Eu não ligo para spoilers, mesmo recebendo alguns sempre tenho minhas próprias reações. Então vou escolher um livro que queria esquecer: Golem E O Gênio. É um livro que traz uma história, uma fantasia, muito interessante, porém não foi bem trabalhada.

Imperio - Um livro que você teve que ler para a escola: 
Uma Vida De Droga. Bem antes de Crepúsculo esse foi o primeiro livro que li realmente para a escola, porque os outros livros que a escola mandava eu nem me esforçava para ler. Apesar de ter gostado muito de Vida De Droga, ele não me fez ter paixão por leitura, só fui ler como louca mesmo quando conheci Crepúsculo.

Crucio - Um livro que foi doloroso de ler: 
Nossa... Têm muitos! A Lâmina Da Assassina, foi doloroso ver um personagem que amei muito morrer, ainda não superei ainda até agora. Também tem: Codinome Verity, Harry Potter E A Ordem Da Fênix, Corações Feridos, etc.

Avada Kedavra - Um livro que pode matar: 
Acho que vou deixar a mesma resposta que dei a cima!


Image Map
©MY SECRET BOOKS 2015 ♥TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ♥ DESIGN E ILUSTRAÇÃO POR TALITA THOMAZ♥TECNOLOGIA DO BLOGGER.