Image Map

Resenha - Vozes De Tchernóbil



Livro: Vozes De Tchernóbil
Autora: Svetlana Aleksiévitch
Editora: Companhia Das Letras (2016)
Páginas: 383
ISBN: 978-85-359-2708-5
Pontuação: ★★★★


Eu não sabia se fazia ou não uma resenha sobre o livro. Não sei muito bem como expressar toda essa experiência de leitura, não sei descrever tudo o que li e o que me fez sentir, simples palavras como: horrorizada, furiosa, triste e pensativa, é pouco para descrever o tamanho de todos os sentimentos que tive durante a leitura e ao finalizar a leitura.
Mas eu vou tentar, e espero poder transmitir a vocês com clareza tudo o que eu pensei/penso sobre as vozes que tentaram calar, das vidas que foram obrigados a deixarem para trás.


As páginas são amareladas, a fonte é okay, e o livro é dividido em várias partes com diferentes temas ou áreas. No final temos o discurso da autora em cerimônia do prêmio Nobel da Literatura (que foi o discurso mais incrível que já li em toda a minha vida!).

(capítulo)

(páginas)


O livro é sobre cidadãos de vidas tão similares e ao mesmo tempo tão diferentes, mas no fim das contas todos estavam juntos numa tragédia que toda a humanidade experimentava pela primeira vez e que ninguém sabia o que estava acontecendo, como proceder ou sequer pra onde correr. Svetlana Aleksiévitch nos trás relatos, pesquisas e muito mais, de certa de 10 anos após o desastre, sobre sobreviventes da tragédia de Tchernóbil na fronteira entre a Ucrânia e a antiga Bielorrússia em 26 de Abril de 1986. Foi o maior desastre nuclear de todos os tempos. A proporção desse acontecimento até hoje é desconhecido, e através dos relatos é possível identificar que a população sofreu e ainda sofre muito, desde Stálin e a segunda guerra mundial (que era um meio que "recente" nas memórias de muitas pessoas em 1986) e também com o desastre nuclear que deixou sequelas em milhares de pessoas até hoje. O que aconteceu deixou varias vítimas, pessoas que sofrem até hoje com as consequências da explosão do reator.
A autora coletou/entrevistou diversos testemunhos ao longo de muitos anos sobre os sentimentos das pessoas. O livro é todo contado através das vozes das pessoas envolvidas e afetadas pela tragédia. A vida do antes, durante e depois de Tchernóbil.  Aqui temos uma união de vozes desesperadas, raivosas e devastadas de pessoas que sofreram não apenas com a radiação, mas com o antigo Governo Soviético que tentou abafar muito o caso na época e até mesmo hoje em dia, tanto é que não se sabe ao certo quantas pessoas foram afetadas, e na época o povo demorou a acreditar no quanto essa explosão iria afetar suas vidas. A forma como o governo tratou essas pessoas, como o governo solicitou a ajuda mentindo e enganando os “voluntários” e depois os dispensando, pois de acordo com o governo: eles se tornaram inválidos. Doses e mais doses de radiação enquanto eram “voluntários” e depois dispensados com migalhas (mereciam muito mais!), pois se tornavam inválidos. Na época o Governo Soviético era governado por Gorbatchov, que negligenciou todos os fatos e não informou a população para não causar alarde. Sendo assim, o mundo só ficou sabendo do que estava acontecendo após as chamas radiativas chegarem a boa parte da Europa. E isso porque, em época de guerra fria existia o jogo de poder entre EUA e URSS, e a URSS não poderia ser vista como um lugar em que coisas ruins pudessem acontecer.

“[…] A minha filha morreu por culpa de Tchernóbil. E ainda querem nos calar. Dizem que a ciência ainda não comprovou, não há banco de dados. É preciso esperar cem anos. Mas a minha vida humana… Ela é ainda mais curta. Eu não vou esperar. Anote. Anote ao menos que a minha filha se chamava Kátia. Katiúchenka. Morreu aos sete anos.”


O governo tentou tirar muitas pessoas de seus lares. Em alguns lugares (os mais próximos da usina) tiverem que sair mesmo, mas os de outros lugares, outras pessoas, se recusaram a sair da “zona de exclusão” próximo da Usina. Era toda uma vida ali, era a casa deles ali, para onde mais iriam? Svetlana nos apresentou relatos de moradores que escolheram ficar, de como é a vida deles lá, de como as pessoas do mundo todo até mesmo do próprio país os vêem. É intrigante até se parar para pensar... Alguns habitantes descreveram como às vezes são tratados, como quando um jornalista, por exemplo, vai até sua casa e você oferece um copo de água ou qualquer outra bebida e ele se recusa a beber, pois aquela água está contaminada. Tudo ali está contaminado, tudo é radiação ali. Mas se pararmos para pensar, ouvi esse exemplo no Resenhando Sonhos e achei legal citar aqui como uma forma de explicar melhor, por mais “frio/sem educação” que tenha sido a ação da pessoa ao recusar uma água, de certa forma (pro lado mais frio) ele estava se protegendo ali, porque aceitando ou não aquela água realmente estava contaminada.
A perda de muitas famílias, não apenas pelas pessoas próximas, mas pelas casas. Tchernóbil foi evacuada e até hoje é inabitável. A cidade fantasma; a cidade morta.

“Nós perdemos não a cidade, mas a nossa vida inteira.”


Uma das coisas que mais me comoveu foi o primeiro relato: o de um casal que estava lá, pertinho do local. Tinham acabado de se casas, estavam começando uma vida juntos, o marido era bombeiro e assim que ouviu a explosão foi ajudar sem saber o que era e do que se tratava (os bombeiros chamados para combater o incêndio não faziam a menor ideia da proporção do que estava havendo. Muitos morreram na hora, ou definharam por cerca de 14 dias até a morte). A esposa estava grávida e quando o marido ajudou por longas horas, ele foi levado para Moscou para ser tratado por conta das altas doses de radiação... Foi muito triste a história, muito agonizante e tocante. Já logo no inicio do livro eu fiquei sem reação, fiquei chocada e me sentindo mal, pois temos detalhes de muitas feridas graves. É um livro pesado de diversas formas: os sentimentos de todos os relatos, as perdas, a gravidade do acontecimento, o erro do governo e as escolhas que eles tomaram para proceder com tudo isso, etc.

“[...] Estão morrendo, e ninguém lhes perguntou de verdade sobre o que aconteceu. Sobre o que sofremos, o que vimos. As pessoas não querem ouvir falar da morte. Dos horrores… Mas eu falei do amor… De como eu amei[...]”


Eu acreditava que essa seria uma leitura muito arrastada. É o primeiro livro que leio do gênero, e esse tipo de livro não me chama a atenção, pois simplesmente não me prendem, não fazem meu tipo. Mas eu fiquei curiosa sobre Tchernóbil e quando vi o livro eu decidi me arriscar, pois eu queria entender melhor, saber mais, então a curiosidade falou mais alto. A leitura felizmente não foi arrastada em nenhum momento, o que foi uma surpresa para mim. Li em menos de uma semana, simplesmente devorei o livro. Eu não favoritei o livro, pois simplesmente não consegui... Não sei explicar, mas eu amei o livro. Eu fiquei animada em ler outras obras da autor, já até coloquei na lista alguns livros.
Fiz uma leitura conjunta com uma amiga, pois nós duas estávamos curiosas e em busca de informações, então decidimos fazer essa projeto pessoal de leitura conjunta para debatermos sobre nossas opiniões e sentimentos com relação à leitura.



Ainda não assistir a série, mas estou pra começar. Gostaria de estar postando essa resenha juntamente com a minha opinião sobre a série descrita aqui também, mas como é incerto exatamente quando irei assistir, não queria deixar essa resenha guardada por muito tempo.

"A culpa é da radiação ou de quem? Como ela é? Ela é branca? De que cor? Uns contam que não tem cor nem cheiro, outros contam que é negra. Como a terra! Se não tem cor, é como Deus: está em todo lugar, mas ninguém vê."


Livros Para Gostar De Ler



Isso é quase como aquele post de se livrar da ressaca.
Sabe aqueles livros incrivelmente incríveis, e logo quando você termina eles você sente uma fome louca por mais livros, por mais leituras, por mais livros como aquele que foi incrível! Livros para gostar de ler! Livros que te fazem querer gostar de ler.
E essa é a lista que trago para vocês hoje: Livros que irão te fazer gostar mais ainda de ler, te fazer querer ler muito mais.

Os livros que tiverem resenhas disponíveis, deixarei os links.


E como sempre jamais posso deixar de mencionar Trono De Vidro em posts como esse.
Essa é uma fantasia super cativante e mega incrível. Um tipo de mistério do inicio ao fim, com personagens maravilhosos e cativantes. Aqui temos um mundo fantástico onde a magia sumiu. Temos uma assassina de caráter forte e estrategista que se envolve em um mistério perigoso sobre seu passado, presente e futuro.
O primeiro livro é apena só iceberg, a série é muito mais do que temos no primeiro e também no segundo livro. Uma série de oito livros vocês já podem imaginar o longo caminho, porém é um caminho que jamais te deixará entediado.


Mais uma série queridinha da minha vida. Fiquei em duvida se mencionava esse livro aqui ou não, pois infelizmente ele já não é mais reimpresso, você só encontra em e-books. Para aqueles que não ligam em ler em e-book, isso com certeza não é um problema. Mas para aqueles que não gostam de e-book, isso é um problema, porque é muito difícil encontrar no mercado os três livros.
Aqui temos uma histeria sobre anjos e quimeras. Uma garota trabalha para os quimeras e acaba descobrindo um passado escondido, e um anjo irá ajudá-la a entender e descobrir mais sobre esse mundo que ela achava que conhecia.
O primeiro livro é apenas uma introdução, a verdadeira história começa no segundo volume, que pra mim foi o melhor (não que o terceiro não tivesse sido ótimo, ele foi, e muito). A trilogia é recheada de ação e muito mistério, além de trazer algo único. A autora tem uma escrita tão divina e poética que prende você do inicio ao fim.
Estou ansiosa para fazer essa releitura esse ano e também para ler o mais novo livro da autora que acabou de sair aqui no Brasil: Um Estranho Sonhador.


Essa é uma série super divertida e recheada de trapalhadas da protagonista.
Aqui temos uma ex-estrela pop que passa a trabalhar em uma conjunto residencial estudantil. Ela acaba se envolvendo em uma investigação de um crime que acaba acontecendo no prédio, e acompanhamos nossa protagonista se atrapalhar toda e dá uma de detetive.
A série inteira é uma graça e é super divertido.


Meu amor eterno!!! Gente jamais pensei que amaria esse livro. Ele foge completamente da minha zona de conforto, mas assim que comecei esse livro me conquistou de tal forma, que acabou se tornando um dos meus amores eternos.
Nossa protagonista acabou de perder a irmã gêmea para uma doença, e ela acaba tendo que se mudar para a casa do pai e estudar em uma nova escola. Ela acaba conhecendo Daniel, um rapaz divertido e muito gato... E então ela descobre que ele é seu professor. Ops!
O livro tem uma montanha russa de emoções: triste, engraçado, romântico e muito triste de novo kkk. Mas acima de tudo, é um livro recheado de muito romance de tirar o fôlego.


Uma fantasia de tirar o fôlego e que te hipnotiza. Essa é uma trilogia que vai precisar da sua total concentração e atenção. Tem um mistério tão envolvente, e a autora faz um tipo de jogo muito legal onde não sabemos quem é o príncipe e quem é o assassino. É muito difícil de explicar, mas é simplesmente incrível.
Nossa mocinha é uma princesa e está prestes a ser obrigada a se casar. Mas ela irá fugir para viver a própria vida e ter sua liberdade. Mas um assassino e o príncipe prometido iram atrás dela, ambos com objetivos diferentes. Mas as coisas não saem como eles pensavam.
O que eu mais amo nessa trilogia é a força e a independência da personagem. Essa personagem me lembra muito da Aelin de Trono De Vidro só que sem o sarcasmo.


Então pessoal essas são as minhas dicas hoje para vocês. Espero que tenham gostado.

Image Map
©MY SECRET BOOKS 2015 ♥TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ♥ DESIGN E ILUSTRAÇÃO POR TALITA THOMAZ♥TECNOLOGIA DO BLOGGER.